Killa

Killa
Alberto Muenala | Ficção, cor, 61 min, 2017, Equador
CONTEMPORÂNEOS | Classificação: Livre | Foto: Frida Muenala

Umas fotografias e uma notícia num momento inoportuno são os detonates de uma história de amor, racismo e perseguição entre uma jornalista (Alicia) e um  fotógrafo kichwa (Sayri). Um dirigente assume a defesa de uma comunidade contra uma companhia mineira; esta determinação leva a um confronto pessoal com um alto funcionário do governo e repercute nas vidas de Alicia y Sayri.

Alberto Muenala

Cineasta kichwa – equatoriano. Realizou estudos no Centro Universitario de Estudos Cinematográficos (UNAM- México). Mestre em Pesquisa, Arte e estudios visuais, (UASB – Equador). Criador da corporação RUPAI. Fundador dos coletivos ACAPANA e RUNACINEMA. Seus filmes de destaque são: Habla la Madre Tierra; Por la Tierra, Por la vida levantémonos; Mashicuna; Ay Taquigu; Yapallac; En nombre de todas las vidas y Killa. Algumas destas obras foram premiadas e apresentadas em festivais e espaços como o MoMA, Museu do Indio Americano em Nova York e Washington, Museu de História  USA; Sundance USA, Encontro Continental de Copenhague Dinamarca, Festival Internacional Yamagata Japão, D Amiens França entre outros. Também produziu o documentário Warmi Pachakutik e a série de TV Shukma.

Direção: Alberto Muenala
Produção: Alberto Muenala
Roteiro: Alberto Muenala
Direção de Fotografia: Guillermo Ruiz
Som Direto: Andrés Parada
Direção de Arte: Daniela Sánchez
Figurino: Renata Guzmán e Hilda Males
Montagem: Frida Muenala, Tato León León e José Espinoza
Trilha Sonora: Sayri Tupac Muenala
Finalização de Som: Quetzal Estudios de Grabación
Elenco: Sherman Cabascango, Marcela Camacho, Carlos Guerrón, Alejandro Cabascango

Scroll to top