Matar a um Morto

Matar a un Muerto
Hugo Giménez | Ficção, cor, 87 min, 2019, Paraguai/Argentina/França/Alemanha
HOMENAGEM BRLAB 10 ANOS | Classificação: 12 anos | Foto: Mariana Bomba

Paraguai, 1978. No meio da ditadura, dois homens trabalham enterrando corpos clandestinamente. Entre todos os mortos, um dia chega um que pertence a um homem que ainda respira; os dois homens sabem que eles tem que matá-lo mas eles nunca assassinaram ninguém.

Hugo Giménez

Hugo Giménez (Paraguai, 1976). Fez oficinas de Direção de cinema e documentário. Foi selecionado pelo oitavo Talents Buenos Aires – Berlinale-BAFICI (2013). É membro da Associação de Documentaristas do Paraguai. Ganhou a IV Edição de Doctv Latinoamérica, com o documentário Fuera de Campo, este filme e os seus curtas metragens Sin Felicidad e PlanetaM, foram premiados em festivais internacionais e foram parte de exibições e instalações artísticas.
É professor de cinema na Universidade Columbia do Paraguai. Seu mais novo longa metragem de ficção Matar a un Muerto foi lançado no Museu de Arte Latinoamericano de Bs.As. – MALBA,  Argentina em 2019 e em salas de cinema do Paraguai em 2020.

Empresa Produtora: SABATÉ Films
Empresa Distribuidora: Filmagic Entertainment
Direção: Hugo Giménez
Produção: Gabriela Sabaté, Vanessa Ragone, Carolina Urbieta, Mónica D’uva e Alexa Rivero
Roteiro: Hugo Giménez
Direção de Fotografia: Hugo Colace
Som Direto: Diego Kartaszewicz
Direção de Arte: Adriana Ovelar
Figurino: Tania Simbrón
Montagem: Andrea Gandolfo
Trilha Sonora: Sergio Cuquejo
Finalização de Som: Martín Grignaschi
Elenco: Ever Enciso, Anibal Ortiz, Jorge Román e Silvio Rodas

Scroll to top