Abajures

Paz Encina | Documental, cor, 70 min, 2020, Paraguai
CONTEMPORÂNEOS | Classificação: 10 anos

Paraguai, fim da década de 50 e início da de 60, e ainda muito depois. Durante a ditadura stronissta, vários militantes do partido opositor MOPOCO são exilados. Radicados em distintos pontos da Argentina, seguem militando através de cartas. Hoje, seus netos leem essas cartas.

Paz Encina nasceu em Asunción, Paraguai. Filmou no ano de 2005 seu primeiro longa metragem Hamaca Paraguaya, estreado no Festival de Cannes, onde obteve o prêmio Fipresci. Em 2016, estreou seu segundo longa-metragem, Exercícios de Memória na seção Zalbategi do Festival San Sebastián. No ano de 2018, realizou na Fundação Texo sua primeira mostra individual: O Rio da Memória. No final de 2018 apresentou na Fondation Cartier-Paris suas instalações sonoras. Em 2019 fez parte da mostra Nous Les Abres da Fondation Cartier com sua instalação El Aroma Del Viento. Desde 2020 é membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA. Atualmente se encontra trabalhando em seu terceiro longa metragem EAMI.

Empresa Produtora: Silencio Cine
Empresa Distribuidora: Silencio Cine
Direção: Paz Encina
Produção: Silencio Cine
Roteiro: Paz Encina
Direção de Fotografia: Ángel Molina
Som Direto: Ángel Molina
Direção de Arte: n/a
Figurino: n/a
Montagem: Ángel Molina
Trilha Sonora: n/a
Finalização de Som: Ángel Molina
Elenco: n/a

PRESENCIAL

15 de dezembro | 16:30

Spcine Centro Cultural São Paulo
Sala Paulo Emilio

DISPONÍVEL ON-LINE

de 10/12, 20:00 até 17/12, 00:00

Sesc Digital
Scroll to top